Livros Em Destaque

[LivrosTOP][bleft]

Arte Em Destaque

[ArteTOP][grids]

Fotógrafo utiliza arte como forma de terapia

.



Muitas vezes, a arte ajuda a superarmos momentos difíceis nas nossas vidas. E é exactamente isto que aconteceu com o fotógrafo Nicolas Bruno, residente em Nova Iorque, Estados Unidos.

Bruno sofre de paralisia do sono, algo que afecta cerca de 8% da população. Quando adormecemos profundamente, entramos no sono REM (Rapid Eye Movement) onde temos os sonhos mais reais. Aqui, o nosso cérebro paralisa os movimentos corporais para não actuarmos. A paralisia do sono acontece quando saímos deste sono REM mas o nosso corpo permanece paralisado, mesmo estando a nossa consciência já acordada. “A paralisia do sono é uma doença assustadora. A tua mente consciente começa a entrar em pânico, o que provoca visuais aterrorizantes que normalmente interagem com o doente, como figuras negras que pairam sobre ele ou uma presente pressão no peito.”, conta Bruno.

No entanto, Bruno encontrou uma forma de encarar o seu problema. O fotógrafo passou a documentar os seus sonhos em fotografias lindíssimas e, ao mesmo tempo, arrepiantes. “Este projecto deu-me uma ideia de quem eu sou. Deu-me a força de perseverar na vida, de criar arte que falasse com as pessoas. Deu-me o presente da arte, e não sei onde estaria sem ela.”, afirma Bruno.

 “Ao traduzir as experiências dos sonhos na minha arte, tirou-me de um espaço mais sóbrio onde costumava viver. Cada dia que passa, sou capaz de ganhar mais controlo sobre o que acontece nos meus episódios.”, admite o fotógrafo, que utiliza, assim, a arte como uma forma de terapia.
























Sem comentários :


Design Em Destaque

[DesignTOP][list]

Música Em Destaque

[MúsicaTOP][threecolumns]

Arquitectura Em Destaque

[ArquitecturaTOP][bsummary]

Fotografia em Destaque

[FotografiaTOP][twocolumns]