Livros Em Destaque

[LivrosTOP][bleft]

Arte Em Destaque

[ArteTOP][grids]

Maratonista acaba carreira aos 102 anos

.


Todos nós queremos uma vida longa e com saúde. Fazer desporto dá-nos essa vitalidade e há algumas pessoas que vêem na actividade física um vício. Para outros é uma forma de vida.

O indiano Fauja Singh, devido a uma deficiência, não conseguiu andar até aos cinco anos de idade e já idoso, depois de uma tragédia, encontrou na corrida as forças e a ajuda para a sair de uma depressão grave. Acabou a carreira aos 102 anos.

Fauja nunca foi desportista, mas sempre cuidou imenso do seu corpo e da sua saúde. Quando estava quase a atingir os 90 anos, o indiano perdeu a sua esposa e o filho, e entrou numa depressão muito grave.

Depois, mudou-se para Inglaterra, onde conheceu Harmander Singh, que se tornou seu treinador. Fauja começou a correr e a participar em provas. Foi o desporto que lhe devolveu as forças e até venceu algumas provas de 10 e 20 quilómetros.

Dos 89 aos 102 anos de idade, o indiano completou várias maratonas e outras corridas de fundo, sempre inserido em acções de solidariedade. Foi uma carreira curta, mas entusiasmante.

Fauja mostrou que a idade não interessa e os obstáculos que surgem na vida podem ser ultrapassados. Agora, com 103 anos, anda "apenas" três ou quatro horas por dia.




Sem comentários :


Design Em Destaque

[DesignTOP][list]

Música Em Destaque

[MúsicaTOP][threecolumns]

Arquitectura Em Destaque

[ArquitecturaTOP][bsummary]

Fotografia em Destaque

[FotografiaTOP][twocolumns]